quarta-feira, 9 de maio de 2018

Audiência Pública debaterá no dia 15 de maio, os impactos da Cava Tóxica Subaquática entre Santos e Cubatão


Evento será dia 15 de maio na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo e terá participação de moradores da Baixada Santista, pescadores, indígenas, movimentos sociais e ambientalistas que lutam contra a cava tóxica

O deputado estadual Raul Marcelo (PSOL) promove no dia 15 de maio (terça-feira), a partir das 18:30h, uma audiência pública para debater os danos ambientais e sociais relacionados à Cava Subaquática, localizada entre Santos e Cubatão.

A Cava Subaquática, é o que pode ser facilmente chamado de lixão tóxico subaquático, conforme denunciam os movimentos que lutam contra este ataque ao meio ambiente e povo da região. A cava é um buraco do tamanho do estádio do Maracanã, que foi cavado no Canal de Piaçaguera (próximo à Vila dos Pescadores) e neste buraco está sendo depositado material mutagênico e tóxico retirado durante processo de dragagem. 

Movimento que luta contra a cava durante reunião com o deputado Raul Marcelo
A cava já está em operação, sendo portanto urgente que a sociedade se posicione, pois, o que esta ocorrendo na Baixada Santista pode significar a destruição do que restou dos manguezais que são os berçários da vida. Isso poderá levar a extinção e contaminação das fontes de pesca. Além de ser uma questão ambiental, também é um problema de saúde pública, pois trata-se do risco de contaminação da população de várias cidades da região.

O Jornal Santista produziu uma entrevista com especialista sobre a cava clique aqui e assista o vídeo para entender melhor os graves perigos que ela representa


Ativistas organizam coletivamente 
transporte para ida na audiência pública



Os movimentos ambientais da região e moradores da Vila dos Pescadores, estão se organizando para ir à São Paulo no dia 15 de maio, para participar da audiência e assim fortalecer a luta contra a cava tóxica. A mesa da audiência será composta pela liderança comunitária Marly V. da Silva, o técnico químico Márcio Antonio Mariano e pelo mestre em engenharia urbana Élio L. dos Santos, além do deputado estadual Raul Marcelo.

A atividade será realizada no auditório Teotônio Vilela  na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, situada à avenida Pedro Álvares Cabral, 201 – bairro Ibirapuera, São Paulo). Confirme presença no evento do Facebook.


Para garantir a participação da população,o movimento “A cava é cova” está organizando transporte para levar as pessoas que querem participar da audiência pública em São Paulo no dia 15 de maio. Quem tiver interesse entre em contato, via whatsapp no número 013 - 98126-6349.