sexta-feira, 7 de abril de 2017

No dia mundial da saúde ativistas realizaram panfletagem contra desmonte do SUS em Santos


A atividade foi organizada pelo Fórum Popular de Saúde, movimento composto pela população indignada que luta pela saúde pública de qualidade e acessível na Baixada Santista.




Os integrantes do Fórum, panfletaram e conversaram com pessoas na Praça Mauá no centro de Santos. Tendo grande receptividade e interação com quem estava no local. 

A trabalhadora da saúde, Maria Aparecida, integrante do Fórum, afirmou: "Estamos aqui reunidos porque defendemos o SUS. Temos que ter a consciência estamos sendo atacados, estamos na mira projeto neoliberal de eliminar as políticas públicas e transferir dinheiro público para o setor privado. A saúde não é mercadoria!".

Para Valdir, petroleiro aposentado que também constrói o Fórum disse que "o sucateamento a qualidade do SUS ‘é estratégico’, para em seguida se comece a implementar planos de saúde com preços 'populares'. Ou seja, primeiro a precarização é implementada em seguida se abre espaço para a privatização de um serviço que deveria ser um direito garantido".


Está programada para amanhã uma atividade do Fórum Popular de Saúde na Praia Grande.